SWR Barroselas Metalfest Preview: Dia 2

28Apr11

O SWR Barroselas Metalfest não é um festival de um só dia – lá se diz que demorou bastante mais a construir a grandiosa Roma. A organização do Metalfest pode não ter um Coliseu gigantesco para provar a sua grandiosidade, mas certamente que terá uma boa porção de ruínas depois de domingo para mostrar que destruir com classe também dá trabalho: e é disso mesmo que o metal no festival minhoto deverá conseguir. Ora, vejamos porquê, analisando o cartaz do segundo dia do certame:         

Ao sábado, percebe-se bem que tudo comece mais cedo e, dadas as previsões de descida de temperatura, nem o calor vai impedir os Dead Meat de abrir as hostilidades do segundo dia do Barroselas, às 15h30 no palco secundário da melhor forma: com grindcore lixado. A partir daqui, a alternar de palco em palco, vai ser um dia sem pausas e descanso. No mesmo palco e por volta das 16h35, os portuenses Equaleft centrar-se-ão num metal “adeathalhado” e bem melódico, que terá direito a um contraste absurdo quando, uma hora e dez minutos depois, subirem ao palco os nipónicos Birushanah com o seu metal extremo e recheado de percussões tradicionais japonesas.

Do Japão para Portugal, o palco 2 vai receber às 19h05 a sua quarta banda da noite, os WEB com o seu trashmetal à moda antiga. E, de trás para a frente, geográfica e sonicamente, volta-se ao grindcore com a subida ao estrado dos Jesus Cröst, já pelas 20h25, e, às 21h45, com o death metal dos alemães Purgatory.

Tínhamos dito que os Sourvein estavam em dúvida para o festival e, bem, ainda não estamos muito esclarecidos quanto a esse facto. Mas, resolvendo-se a questão, que seja pelo melhor e com a presença do metal super-arrastado dos norte-americanos em Barroselas, para a primeira sessão de headbang em câmera lenta do dia no palco 2, às 23h15. A subida dos germânicos Necros Christos ao estrado secundário é mais adiante na noite, por volta da 01h05, mas isso não representa que eles se adiantem nos tempos. Com um bipolarismo de down-tempo contra as velocidades absurdas do grind, os Magrudergrind encerram as festividades do festival e do palco 2 da melhor forma: com um pé no acelerador e outro no travão.

Há ainda, claro, o palco 1, onde os cabeças de cartaz Venom e Malevolent Creation vão mostrar como é que se fazem boas demolições, às 00h00 e às 22h25, respectivamente. No entanto, os concertos começam bem mais cedo no estrado principal, com os espanhóis Exquisite Pus a pisarem-no e a repisarem-no com o seu grindcore (“what else?”, diria o Clooney perante o nome da banda) às 16h00. Já com a tarde avançada, será a vez de voltar ao produto nacional com mais grindcore dos Raw Decimating Brutality, às 17h05, com o core, acrescente-se hard, dos Devil in Me, às 18h20, e com o black metal dos Fili Nigrantim Infernalium, já às 19h40.

Não menos negros, vá, talvez um bocadinho graças aos toques folk com que recheiam a sua música, os Taake vão anteceder os cabeças de cartaz com uma dose de black metal noruguês das boas. A encerrar a noite no palco 1 estarão os britânicos Evile com o seu trashmetal.

No dia seguinte haverá mais, claro.

Advertisements


No Responses Yet to “SWR Barroselas Metalfest Preview: Dia 2”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: