Concerto: Tyvek + The Underdogs @ Aveiro – 1, 2, 3, 4!

25Feb11

24 de Fevereiro, Mercado Negro, Aveiro
Texto por Diogo Soares Silva

Foram mesmo as palavras que se ouviram mais durante os quarenta minutos em que o quarteto de Detroit disparou frenéticas canções punk com maior cadência do que tiros da polícia local (da terrível cidade do estado do Michigan, claro, o clube de fãs da caça à multa cá da terra mal sai da viatura, quanto mais sacar da arma para o que quer que seja). Os Tyvek, ou Tyevk, já que parecem ter mudado de nome (não que a gente consiga finalmente perceber o que aquilo quer dizer…) são mais rápidos, mais barulhentos e, bem, hardcore do que os seus comparsas de editora (In the Red) mais conhecidos (Black LipsThee Oh SeesKing KhanStrange Boys…). Tyvek é menosgarage, mais rock; menos 60s, mais finais de 70s e inícios dos 80s. Bebem muito pouco dos seus conterrâneos MC5 ou Stooges, preferindo a ‘pinga’ britânica (BuzzcocksWire) e pioneiros do hardcore americano como os Minor Threat.
A festa, como é óbvio, fez-se com os belos dos três acordes do costume (multiplicados por duas guitarras), as linhas de baixo que sobressaem muito mais ao vivo do que em disco (nem se nota a menina Shelley no mais recente disco, Nothing Fits) e a bateria dum especialmente enérgico Matt Ziolkowski. Passaram Nothing Fits a pente fino e revisitaram outras paragens (como o álbum homónimo lançado na Slitbreeze, casa de malta passada dos carretos como os Times New Viking, parceiros nesta coisa do punk lo-fi do novo século, ou os Psychedelic Horseshit), sempre com a cabeça no underground berreiro dos anos 80. Entre o público, muitos voltavam a imaginar-se com 15 anos e como os Anti-Flag faziam tanto sentido. Só faltou voltarem a não terem medo de se magoarem, mas os degraus do auditório do Mercado Negro não são muito convidativos a danças e amorosa porrada hardcore. Valeu na mesma.
Na primeira parte, com a casa ainda mais preenchida (jogar em casa significa a presença de amigos e familiares) apresentaram-se os aveirenses The Underdogs. Power trio encarregado de descarregar um blues rock a la Wraygunn, sapatinhos do rock a bater freneticamente no chão e o fantasma do Jon Spencer. Apenas pecaram pela quantidade absurda de vezes em que faziam o típico número do hehe-olha-aí-a-música-ainda-não-acabou-parem-de-bater-palmas-cá-vem-a-parte-em-que-o-vocalista-diz-umas-coisas-sem-música-por-trás-e-voltamos-todos-a-dar-lhe-com-força. Mas davam-lhe com força, e, nisto do rock, havíamos lá de lhes pedir mais alguma coisa.
Advertisements


No Responses Yet to “Concerto: Tyvek + The Underdogs @ Aveiro – 1, 2, 3, 4!”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: