Concerto: Katabatic + dérive @ Teatro Estúdio do CITAC

22Feb11

19 de Fevereiro, Teatro Estúdio do CITAC, Coimbra
Texto por Emanuel Pereira / Fotografia por Eduardo Pinto


A noite no Teatro Estúdio do CITAC não precisou de voz para se afirmar. Bastaram as guitarras adjudicadas aos efeitos, os baixos com vida própria e as baterias possantes para compor um serão instrumental de belo efeito na estudantil Coimbra.

A abrir estiveram os dérive, banda composta por homens da casa, que decidiram convidar um ex-guitarrista para uma participação especial. Iniciando o concerto com duas faixas carregada de uma pujança a abeirar o doom, quase numa versão post-rock de uns Bongripper ou de uns Dark Castle, os dérive desdobraram-se depois num rendilhado mais atmosférico, de onde se destacaram as covers de Pink Floyd: Shine On You Crazy Diamond e Welcome to the Machine encruzilharam-se, com formas quase descaracterizadas em relação às originais, mas não deixando de manter uma intensidade que se estendeu ao longo de todo o gig.
Fazendo usufruto da sua característica singular – os dois baixistas – os dérive apresentaram um som post trabalhado, carregado de layers diáfanos e com espaço de manobra para futuros experimentalismos.

Quem também tem crescido nos últimos tempos são os Katabatic. Com uma carreira ainda curta, mas que já conta com várias primeiras partes para concertos de dimensão considerável, o grupo lisboeta é um dos nomes mais fortes da cena post-rock nacional.
Detentores de uma desenvoltura melódica e uma variedade de texturas bem mais consideráveis do que aquelas que apresentavam há uns anos atrás, os Katabatic, que têm novo material agendado para breve, conseguiram uma actuação consistente, bem alicerçada na mudança entre posturas sonoramente agressivas e outras mais guiadas para a exploração ambiental e minimalista.
Durante os quarenta e cinco minutos de actuação, o tecido policromático dos Katabatic foi por vezes irrompido com vozes, mas, também elas, devidamente coerentes com o sentido de composição instrumental que pauta a criação “catabática” do grupo.

Sem atingir patamares de excelência, tanto os dérive quanto os Katabatic conseguiram oferecer um par robusto de horas às cerca de uma centena de pessoas que se deslocaram até à íntima sala do CITAC, deixando claro que a cena post-rock ainda não está saturada e há espaço de manobra para novas criações.

Advertisements


No Responses Yet to “Concerto: Katabatic + dérive @ Teatro Estúdio do CITAC”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: