Ante-estreia: ‘As Cobaias’ dos Teratron

02Feb11

Escrito por Carlos Miranda / 1 de Fevereiro de 2011

Um álbum, uma história ilustrada e um videoclip: tudo num só filme, em três dimensões. Foi desta forma criativa que o projecto Teratron materializou uma das vertentes do seu mais recente registo de originais. A ante-estreia, no Cinema Alvaláxia, em Lisboa, deu a conhecer o resultado da junção das linhas sonoras de João Nobre e Pedro Quaresma à história de Adolfo Luxúria Canibal, ilustrada por João Maio Pinto, transformada em filme pela mão de Pedro Gil de Vasconcelos e narrada pela voz do actor Miguel Guilherme. Esta obra experimental e inovadora talvez não possa ser designada como filme, mas reduzi-la a videoclip alargado é insuficiente e não faz justiça a todo o trabalho e talento concentrados neste projecto.

Primeira nota para a sonoridade, que rapidamente contagia e coloca os pés das cobaias presentes a marcar o ritmo e as suas cabeças em movimento. Com um ambiente altamente dançável, encontramos aqui uma composição sonora essencialmente electrónica, composta por linhas de guitarra em elevada distorção, um baixo intenso e ritmos que, a espaços, fazem lembrar The Prodigy. Não se tratam de canções isoladas mas sim de músicas com grande coerência entre si, formando uma globalidade conceptual que vive em sintonia com a história. As vozes de Adolfo Luxúria Canibal, New Max e SP juntam-se aos Teratron e, cada um à sua imagem, acrescentam algo diferente com as suas interpretações, destacando-se a participação do vocalista dos Mão Morta, que parece ser aquele cujo registo vocal melhor assenta no universo musical do projecto. Fica a expectativa de ver este projecto em palco para agitar os corpos do público, fenómeno que se prevê que também aconteça facilmente em pistas de dança.

Visualmente , os cerca de 40 minutos deste trabalho, estão muito bem conseguidos, tanto pela irreverente animação maioritariamente monocromática, com alguns detalhes a verde “radioactivo”, como pela forma bem intercalada dos momentos de actuação da banda com os pedaços da narrativa apresentada através das tiras de banda desenhada. O efeito 3D acrescenta dinâmica às ilustrações e, sem ser espectacular, é eficaz e relevante.

De sublinhar a apreciação muito positiva acerca deste projecto, sobretudo pela vontade de experimentar e misturar formas diversas de expressão artística, reunindo protagonistas talentosos, capazes de materializar ideias com bastante qualidade e que trazem ar fresco ao panorama alternativo do país.

Nota: Os Teratron estreiam As Cobaias ao vivo, num concerto com a presença dos convidados que dão voz ao projecto, dia 5 de Fevereiro, no Teatro Rivoli (Porto). Os bilhetes para o espectáculo inserido na programação das “Noites do Rivoli” custam 12,50€.

Advertisements


One Response to “Ante-estreia: ‘As Cobaias’ dos Teratron”


  1. 1 As noites do Rivoli, são noites especiais « Ponto Alternativo

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: